Mulheres e homens são bem diferentes. Os homens são mais racionais e as mulheres mais emotivas. Eles foram criados para se completar. Saber lidar com essas diferenças é a chave do sucesso no relacionamento a dois. Esse é o assunto tratado no A Escola do Amor Responde desta edição. Os palestrantes Renato Cardoso e Bianca Carturani respondem à pergunta da Aluna, que não quis se identificar e já passou por várias decepções. Ela deseja entender como os homens pensam e como agir com eles.

Aluna – Eu queria entender a cabeça dos homens. Sempre que estou no começo de um relacionamento, no primeiro mês tudo transcorre às mil maravilhas, mas depois a coisa começa a esfriar. Eu não sei o que acontece. Não sou muito invasiva e procuro deixar a pessoa bem à vontade. Eu queria saber o que fazer para ter uma relação duradoura.

Bianca – Eu considero a cabeça dos homens como a matemática. Nós não a entendemos, mas aprendemos a fazer a conta. Pela experiência com o meu marido, procuro não entender muita coisa, pois o homem jamais vai entender a mulher e vice-versa, mas aprendemos a conviver. Uma das coisas que eu já entendi quanto à cabeça dos homens é que sufocar não é bom, mas afrouxar demais também não é benéfico. Você disse que não é muito invasiva e isso não é bom.

Renato – As mulheres reclamam muito de homens que se interessam no início e depois perdem o interesse. Cada caso é um caso, não existe uma fórmula, uma razão que explique todos os comportamentos dos homens. De forma geral, posso dizer que o homem é motivado por desafios. Quando a mulher é muito fácil, se entrega rapidamente, liga a toda hora, vai para a cama com ele logo no primeiro, segundo ou terceiro dia de encontro, fica falando com ele sobre os nomes dos filhos que ela quer ter com ele ou da data do casamento dos dois, isso faz com que ele perca o interesse.

Ele pode pensar que ela pode ser um problema. É algo semelhante à desconfiança de um comprador. O cliente se questiona por que a pessoa está vendendo o produto tão barato ou porque está insistindo tanto que o compre. O vendedor insistente faz o cliente ficar desconfiado e pensar que alguma coisa está errada com o produto.

Também temos o outro extremo: a mulher que se faz de difícil demais, é inacessível, olha para os homens com desdém, que dá o desprezo e se acha independente. Os homens simplesmente não vão querer nada com esse tipo de mulher, pois eles acham que serão mais um acessório para ela. Ele simplesmente pula fora e vai procurar alguém que seja um desafio real, mas não impossível.

Bianca – O homem deseja ter uma mulher equilibrada. E a dificuldade de muitas mulheres é achar esse equilíbrio, saber quando será o momento de dar luz verde para o homem e quando dar o sinal para ele parar.
Renato – É muito fácil observar e entender a natureza masculina. Por exemplo, se o homem não sabe como trocar a lâmpada, ele enrola, enrola para fazer isso e prefere que outra pessoa faça. Ele foge daquilo que ele não sabe. Se ele, por exemplo, não sabe jogar futebol, ele simplesmente vai dizer que não gosta de futebol. O homem gosta de um desafio, mas não de algo impossível. Você não vê ninguém tentando transformar o impossível. Por exemplo, você não vê ninguém tentando transformar fogo em água, porque é uma coisa que foge à realidade. Saibam disso Aluna que nos escreveu e todas as que nos acompanham.

Para saber mais como resolver os problemas da vida amorosa, participe das palestras em nosso site, acompanhando vídeos e posts, também nos contate pelo Whatssap 75-99223-0051