Evocação

HELOY + TAU VARAF + PANTHON + HOMNORCUM + ELEMIATH + SERUGEATH + AGLA + ON + TETRAGRAMMATON + CASILY

Evocação

HELOY + TAU VARAF + PANTHON + HOMNORCUM + ELEMIATH + SERUGEATH + AGLA + ON + TETRAGRAMMATON + CASILY +.

É necessário que esta evocação seja feita em um pergaminho virgem juntamente com o símbilo que foi conseguido graças a Scyrlin e está descrito no primeiro livro; pois todos os outros dependerão dele, como mensageiros, e ele pode forçá-los a aparecer perante aquele que os chamar, mesmo que esta não seja a vontade dos espíritos, pois ele tem o poder de um emperador.

Oração e Preparação

Oh, Senhor Deus, Adonai, que a partir do nada criou o homem à Tua imagem e semelhança; e também criou a mim, pobre pecador, eu oro a Ti e Te peço que Te dignifiques a abençoar esta água para que ela se torne benéfica tanto para meu corpo quanto para minh’alma e me livre de qualquer dúvida ou temor depois de bebê-la. Oh Senhor Deus Todo-Poderoso e inefável, Tu que liberaste Teu povo do Egito e permitiste que atravessassem o Mar Vermelho com os pés secos, faças com que eu me purifique através desta água e que eu seja lavado de todos os meus pecados, para que eu possa aparecer inocente diante de Ti. Amém.

Continuando com o trabalho falaremos agora da preparação para o Sanctum Regnum.

Quando o operador se encontrar purificado e limpo de qualquer temor ou dúvida ele deve dar início à confecção de suas ferramentas mágicas.

Da Faca Mágica.

É necessário fabricar uma faca ou canivete e uma lanceta ou cinzel fabricados no dia e na hora de Júpiter durante o período da Lua Gibosa e, tendo terminado sua confecção, recite sobre ela a oração descrita acima, ou a conjuração que se segue, ambas também podem ser usadas para a faca, o canivete ou a lanceta.

Conjuração

Eu te rogo, oh instrumento {dizer o nome do instrumento}, por Deus o Pai, o todo-poderoso, pela virtude do Paraíso e das estrelas do céu, pela virtudes dos elementos, das pedras e plantas e de todos os animais. Te rogo pela virtude do granizo e do vento de que tu recebas estas virtudes e um poder tal que possamos atingir a perfeição em todas as coisas, sem maldades, logros ou decepções, em nome de Deus, o criador do Sol dos Anjos. Amém.

Recite então os sete salmos penitenciais seguidos das seguintes palavras:

Dalmaley, Lameck, Cadat, Pancia, Velous, Merroé, Lamideck, Caldurech, Anereton, Mitraton, vós que sois os anjos mais puros, s”ao agora os guardiões destes instrumentos, que serão necessários a muitas coisas.

Salmos:

Ajoelhe-se

Ne reminiscaris Domine delicta nostra, vel parentum nostrorum: neque vindictam sumas de peccatis nostris.    Senhor, não se lembre de nossas ofensas, nem das ofensas de nossos antepassados, e não busques vingança por causa de nossos pecados.

Salmo VI

In finem, in carminibus. Psalmus David. Pro octava. [Domine, ne in furore tuo arguas me, neque in ira tua corripias me.

Miserere mei, Domine, quoniam infirmus sum; sana me, Domine, quoniam conturbata sunt ossa mea.

Et anima mea turbata est valde;

sed tu, Domine, usquequo?

Convertere, Domine, et eripe animam meam; salvum me fac propter misericordiam tuam.

Quoniam non est in morte qui memor sit tui; in inferno autem quis confitebitur tibi?

Laboravi in gemitu meo;

lavabo per singulas noctes lectum meum:

lacrimis meis stratum meum rigabo.

Turbatus est a furore oculus meus;

inveteravi inter omnes inimicos meos.

Discedite a me omnes qui operamini iniquitatem, quoniam exaudivit Dominus vocem fletus mei.

Exaudivit Dominus deprecationem meam; Dominus orationem meam suscepit.

Erubescant, et conturbentur vehementer, omnes inimici mei; convertantur, et erubescant valde velociter.]

[Salmo de Davi para o músico-mor em Neginote, sobre Seminite] Senhor, em vossa cólera não me repreendais, em vosso furor não me castigueis.

Tende piedade de mim, Senhor, porque desfaleço; sarai-me, pois sinto abalados os meus ossos.

Minha alma está muito perturbada; vós, porém, Senhor, até quando?…

Voltai, Senhor, livrai minha alma; salvai-me, pela vossa bondade.

Porque no seio da morte não há quem de vós se lembre; quem vos glorificará na habitação dos mortos?

Eu me esgoto gemendo; todas as noites banho de pranto minha cama, com lágrimas inundo o meu leito.

De amargura meus olhos se turvam, esmorecem por causa dos que me oprimem.

Apartai-vos de mim, vós todos que praticais o mal, porque o Senhor atendeu às minhas lágrimas.

O Senhor escutou a minha oração, o Senhor acolheu a minha súplica.

Que todos os meus inimigos sejam envergonhados e aterrados; recuem imediatamente, cobertos de confusão!

Gloria

Gloria Patri, et Filio, et Spiritui Sancto. Sicut erat in principio, et nunc, et semper: et in saecula saeculorum. Amen. Alleluia.    Glória

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Assim como era no princípio, agora e sempre, por todos os séculos e séculos. Amém! Aleluia!